Arquivo da categoria: Posts

Marcelo B. Conter lança LO-FI: Música pop em baixa definição

 Na década de 80, um radialista nova-iorquino criou um programa chamado “Lo-fi”, que rodava apenas gravações caseiras e em fita cassete, método então corrente de divulgação de músicos independentes. “Lo-fi” aparecia ali como oposição a “hi-fi”, aqueles caríssimos aparelhos de som de alta fidelidade sonora. Enquanto a indústria fonográfica chegava ao ápice da nitidez sonora, um considerável grupo de artistas remava na direção contrária, com canções gravadas em meio a ruídos produzidos por equipamentos de segunda linha. Ao longo dos anos, o termo lo-fi continuou servindo para nomear gravações caseiras e amadoras. Mas será que ele não se aplicaria para outras manifestações sonoras na música pop? Trata-se da questão levantada no livro LO-FI: Música pop em baixa definição. Ao invés de definir ou buscar uma “essência” do lo-fi, o estudo de Marcelo Bergamin Conter segue os fluxos de criação da música pop para evidenciar as mais diversas sonoridades de baixa definição.

 Direcionada não só a teóricos, mas à ampla gama de interessados em música pop e produção independente, a obra investiga como formas inauditas de música podem surgir de relações insólitas que artistas e produtores de áudio estabelecem com as tecnologias fonográficas. Conter percebe os resultados desse encontro da composição com os aparelhos técnicos em diversas bandas e artistas, tanto do underground quanto do mainstream.

Livro à venda (versão impressa e digital) no site da Editora Appris:
http://www.editoraappris.com.br/produto/lo-fi-musica-pop-em-baixa-definicao

Confira o book trailer

Contato: Marcelo Bergamin Conter – (51) 999141001 / bconter@gmail.com

Anúncios

II Congresso Internacional de Estudos do Rock 04 a 06 de Junho de 2015

congresso int rock

O Colegiado de Pedagogia e o Mestrado em Educação/ Campus de Cascavel da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE, com a co-promoção da Facultad de Periodismo y Comunicación Social de la Universidad Nacional de La Plata (UNLP) – Argentina, convida a todos a participarem do II Congresso Internacional de Estudos do Rock, que se realizará na cidade de Cascavel em Junho de 2015.

Simpósios Temáticos:

Histórias do Rock
Poéticas do Rock
Rock e Cinema
Rock e Comportamento
Rock e Contracultura
Rock e Educação

Leia o resto deste post

Straight Edge – gênero e subcultura

straigh cover

“… I’m a person just like you but I’ve got better things to do/ than sit around and smoke dope cuz I know that I can cope/ I laugh at the thought of eating ludes, Ilaugh at the though of snifing glue/ Always want to be in touch, never want to use a crutch/ I’ve got Straight Edge!…”

[Sou uma pessoa como você, mas tenho coisas melhores a fazer/ do que ficar sentado fumando maconha porque sei que posso lutar e vencer/ Dou risada da ideia de tomar sedativos, dou risada da ideia de cheirar cola / Sempre quero estar consciente, jamais quero usar uma muleta/ Eu tenho Straight Edge!…] [1]

Minor Threat, música “Straight Edge”, do EP Straight Edge, Deschord Records, 1981.

A tradução do termo, algo como “caminho reto”, faz alusão à postura adotada pelo grupo em relação à negação ao consumo de substâncias e comportamentos supostamente alienantes, prejudiciais ou auto destrutivos. O Straight Edge, a partir do início da década de 80, desenvolve-se como uma subcultura e um subgênero ligado ao hardcore punk, relacionando-se de forma comportamental e artística com a cena.

Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: