CD, EP, Full length, Demo, Single o que cada um quer dizer?

EP Jar of Flies, Alice in Chains, 1994, 1° lugar nos charts da Billboard

É comum que pessoas ligadas à area músical façam uso, ou se deparem constantemente, com esses termos, em publicações especializadas, nas redes sociais, no vocabulário popular e etc. No entanto nem sempre sabemos o que cada um pretende dizer. Quando uma banda lança um “EP”, isso quer dizer um “álbum”, um “single” ou uma “demo”?

Vamos começar pelo CD, que é o termo mais comum. Um CD, abreviatura de Compact Disc, é um disco óptico usado para gravar dados digitais, músicas, arquivos de texto, imagens, jogos etc. CDs padrão têm um diâmetro de 120 milímetros e podem armazenar até 80 minutos de áudio sem compressão ou 700 Mb de dados. O CD passou rapidamente a ser o suporte predominante na comercialização de música gravada, substituindo em grande parte os discos de vinil e as fitas K7.

Diferentes do CD os discos de vinil tinham tamanhos e rotações variadas, foi com o LP, “Long Play”, disco de 12 polegadas, 31 cm de diâmetro, sua capacidade normal era de cerca de 20 minutos por cada lado, que foi inaugurada a ideia do “Álbum”. O termo é remanescente dos tempos dos discos de 10 polegadas e 78 rpm, quando eles eram empacotados e vendidos juntos em livros que lembravam álbuns de fotografia.

Um “Full length” (comprimento inteiro, tradução literal) é um álbum completo, hoje um CD comporta até 80 minutos de áudio, o que não quer dizer que para uma banda ou um artista gravar um “full length” ele tenha que compor uma hora e 20 minutos de música. De acordo com a UK Charts*, uma gravação conta como um álbum full length se ela tiver mais de 4 faixas ou pelo menos 25 minutos de duração.

Em 1952, para competir com os LPs da Columbia Records, a RCA lança o “Extended Play”, o EP. Embora seu tamanho variasse com o passar do tempo, sua capacidade girava em torno de 8 minutos por cada lado e cada EP continha em torno de 4 faixas. Um fato interessante foi que a primeira banda a alcançar o número 1 nos charts da Billboard com um EP foi o Alice in Chains, em 1994, com o Jar of Flies.

Comercialmente os EPs não parecem muito interessantes, no entanto, esse formato é muito usado por bandas que gravam e lançam seu material de forma independente na internet atualmente. 

Single X Demo

Na maioria dos casos um “single” é uma canção que é lançada separadamente de um álbum e que geralmente aparece nele. Normalmente são as músicas mais populares lançadas para usos promocionais, como em rádios e vídeoclipes.

As “demos”, abreviatura de “demonstration”, são a forma como bandas e artistas mostram previamente seus trabalhos, suas composições e/ou ideias. Pode ser uma gravação de referência, antes do lançamento oficial de uma música, normalmente são gravações feitas com equipamentos mais rudimentares como, gravadores de voz, softwares mais simples e computadores pessoais.

Vale ressaltar que hoje em dia o mercado musical não depende mais exclusivamente da indústria, logo não precisa mais estar preso e esses formatos propostos, muitas vezes por uma limitação técnica, a princípio, mas também por uma padronização comercial. Uma vez o que CD como suporte físico de música gravada não é mais o principal produto para a distribuição de música, as bandas podem trabalhar apenas com singles ou EPs, ou o que for mais interessante na forma como administram seu público e suas performances. 

*http://en.wikipedia.org/wiki/UK_Album_Chart

Referências

AMARAL, A. Práticas de Fansourcing. Estratégias de mobilização e curadoria musical nas plataformas musicais. In: SÁ, Simone (org). Rumos da Cultura da Música. Porto Alegre: Ed. Sulina, 2010

http://en.wikipedia.org/wiki/Album
http://pt.wikipedia.org/wiki/Disco_de_vinil

Anúncios

Sobre Natália Ribeiro

*Editora do blog Rockalogy desde 2009 *Editora e Produtora do canal Metal Ground *Mestranda em Comunicação Social pela Universidade Federal Fluminense - UFF *Graduação em Estudos de Mídia - UFF *Membro do Laboratório de Pesquisa em Culturas e Tecnologias da Comunicação - LabCULT, ligado ao PPGCOM/UFF. *Headbanguer Full Time

Publicado em 19 de agosto de 2012, em Posts. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: