New tags.

Está cada vez mais complicado determinarmos o som que cada banda toca, “tags” como Rock, Heavy Metal e Hardcore, não dão mais conta de caracterizarem sozinhas novas sonoridades.
Heavy Metal… Heavy Metal o que? Heavy Metal Melódico, Heavy Metal Sinfônico, Heavy Metal Clássico, Thrash Metal, Death Metal, Metal Extremo, Black Metal, Gotic Metal, New Metal… Hardcore ou Metalcore, Deathcore, Grindcore (…)?
Mesmo essas que foram citadas estão sendo muitas vezes usadas em conjunto com outras na tentativa de aproximação do estilo com o som, por exemplo: Black Metal Sinfônico.
Algumas possíveis mudanças que nos levaram e esse novo cenário:
• Inclusão de novos elementos, tanto tecnológicos como estilísticos, que antes não eram possíveis e/ou viáveis;
• Maior acesso aos meios de produção e circulação por parte das bandas, vide softwares de “home studio” e redes sociais como o MySpace e You Tube;
• Relativa abertura na mídia para estilos mais pesados. Disseminação de veículos especializados;
• O interesse mercadológico em novos nichos de mercado, quando “taguear” é preciso para apresentar o produto ao consumidor;
Uma das tendências é a montagem de perfis a partir do cruzamento entre tags pessoais, é um sistema complicado e que nem sempre acerta, mas vem sendo aperfeiçoado, essa é a lógica de sites como a Last.fm.
É como se eu te indicasse um álbum do Obituary, um do Deicide e um do Morbid Angel se você me diz que gosta do Cannibal Corpse.
Curioso não?
(continua…)
Natália Ribeiro

Anúncios

Sobre Natália Ribeiro

*Editora do blog Rockalogy desde 2009 *Editora e Produtora do canal Metal Ground *Mestranda em Comunicação Social pela Universidade Federal Fluminense - UFF *Graduação em Estudos de Mídia - UFF *Membro do Laboratório de Pesquisa em Culturas e Tecnologias da Comunicação - LabCULT, ligado ao PPGCOM/UFF. *Headbanguer Full Time

Publicado em 17 de agosto de 2010, em Posts. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Acho q a cada geração novos estilos de fato surgem,já os ''labels'' nao param de surgir .Eu acho q concerteza quando algumas bandas renovam ou criam um estilo bem diferente é muito dificil vc rotular.Os rotulos sao algo como ego ,vc cria um rotulo diferente só pra dizer q d alguma forma vc foi inovador,quando o contéudo nao tem nada d tao diferente,claro q temos exceções e isso nao torna uma banda ruim.Mas vc conseguiria rotular o album vulgar display of power do pantera?O album angel down do sebastian bach?O album sacrifice do motörhead?…e entre muitos outrosVc pode citar como o pantera é thrash ,o sebastian é hard rock e o motörhead é rock n roll.Mas se olharmos os elementos acho q não é apenas isso,apenas um rotúlo.Hj é interessante vc rotular ja q existem tantos tipos de públicos,se vc qr atingir o publico black vc aproxima o som e o vizu obviamente pra esse rotulo.Mas eu acho mais interessante quando vc diz ''qual o estilo do pantera?'' e eu digo ''é metal,é pantera…''.

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: